F1: Max Verstappen Vence no GP do Canadá

É verdade como o tempo passa!
Dois anos sem Formula 1 em Montreal, e… cá estamos nós novamente neste maravilhoso Circuito Gilles Villeneuve na Ilha Notre-Dame relatando a nona prova deste Campeonato do Mundo… e foi um fim de semana onde nada faltou, chuva, sol e uma temperatura extraordináriamente perfeita para a prática deste magnífico desporto automóvel. Montreal, mais uma vez, soube receber os milhares de amadores da F1, oriundos dos quatro pontos do globo. Foi com imenso prazer que verifiquei imensas bandeiras portuguesas e foram também muitos os portugueses que nos vieram saudar na quinta-feira dia das portas abertas. Cerca de 20 mil pessoas visitaram os “pits”.

Sexta-feira, primeiro dia dos treinos livres.

Max Verstappen critica a proposta da FIA sobre o porpoising e diz: “se você não sabe projetar um bom carro então a culpa é sua de mais ninguém”. Falando sobre este assunto de porpoising, Hamilton diz: “se isto continuar assim pensarei na minha reforma”. Entretanto fomos a lodge da Aston Martin encontrar Nuno Pinto, piloto portugues e treinador de Lance Stroll, que gentilmente, não somente nos falou sobre vários aspetos do piloto canadiano, como se prontificou a nos fazer uma visita guiada as garagens da Aston Martin.

Incrível uma MARMOTA, passa a pista e quatro carros passaram e nem lhe tocaram… que sorte! Isto aqui é o meu terreno que fazeis aqui? devia ter perguntado a MARMOTA assustada! Todos os pneus estão destruidos dizia Charles Leclerc, Ferrari quando faltavam apenas 1,55 seg para terminar esta primeira fase de treinos.
Sábado 13h foi o início deste TL3 com uma pista muito fria e molhada, obrigando vários pilotos a fazerem saídas de pista, mas Fernando Alonso, Vettel e Stroll a serem verdadeiramente mais rapidos que o resto do pelotão. Cerca de um minuto do final do treino Max Verstappen sai da pista.

E a hora da verdade chegou as Classificatórias para a melhor posição na linha de partida. Verstappen faz o melhor tempo neste Q1 e ficaram por aqui Gasly, Vettel, Lance Stroll, Latifi, e Tsunoda. Q2 que começou bem para Alonso e mal para Sergio Perez o qual falhou a travagem na curva 3 e ficou preso na nas barreiras TecPro não conseguindo sair mais mas fazendo sim sair a bandeira vermelha e a primeira neutralização da corrida no entanto este Q2 estava cheio de surpresas e entre elas Charles Leclerc, Lando Norris, Valteri Bottas, e Alex Albon. Q3 e a pista começa a secar um pouco o que deu certas vantagens a alguns pilotos para pelos menos preservarem os seus melhores tempos o que na verdade foi o que aconteceu e Max Verstappen, arranca mais uma Pole Postion, seguido de dois espanhois Fernando Alonso e Carlos Sainz Ferrari. Foi Jacques Villeneuve o apresentador do troféu e o entrevistador. Recordo que Villeneuve festeja este ano o seu 25 aniversário de Campeão Mundial de Pilotos.

Domingo, com muito público pois espera-se bater um recorde, 330 mil pessoas para os três dias, assistimos as 12h a parada dos pilotos e foi impressionante a ovação que o publico lhes prestou. 14h as vermelhas deram lugar as verdes e como um relâmpago Max Verstappen ao comando da corrida, entretanto, a 5ª volta Sainz passa Alonso. 12ª volta, muito cedo Verstappen e Hamilton vão as boxes e trocam de pneus, será que a estratégia funcionará? 20ª volta Sergio Perez e Mick Schumacher estacionam na mesma curva, parece que se quebrou algo no Hass de Schumacher (caixa de velocidades). 30ª volta e Charles Leclerc com o seu Ferrari em sexto lugar atrás de Alonso, mas uma má paragem para mudar de pneus 5,3 seg fez com que voltasse a pista em 12º lugar. 44ª volta e está sob os comamdos de Carlos Sainz enquanto Hamilton passa Verstappen e é segundo na corrida. 50ª volta Yuki Tsunoda bate forte nas barreiras. Entrada do carro de segurança. 5 voltas para o final da corrida e Sainz pressiona Max apenas 0,835 seg., mas Max Versttappen não larga a ponta e vence este GP DO CANADÁ fazendo pódio com Carlos Sainz e Lewis Hamilton. “Foi uma corrida bastante dura e a luta com Carlos foi genial”, comentou Max. “Tentei tudo por tudo para passar Max, mas impossível, dei tudo quanto tinha para dar”, disse Sainz. Quanto a Hamilton agradeceu a equipa pelo bom trabalho feito e ao publico de Montreal. Próximo encontro a 3 de Julho no Grande Prémio da Inglaterra .

RESULTADOS FINAIS
1-Max Verstappen -Red Bull
2-Carlos Sainz -Ferrari
3-Lewis Hamilton -Mercedes
4-George Russell-Mercedes

Inauguração do Mural de Aristides
de Sousa Mendes no “Plateau”

Continuando com a visita do Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, depois da visita na Casa dos Açores, inaugurou-se o mural de Aristides de Sousa Mendes no “Plateau”, em frente do parque de Portugal, um gesto simbólico para realçar a presença dos portugueses no “Plateau Mont-Royal”.

Vários políticos estavam presentes tal como o Cônsul-Geral de Portugal António Barroso, Embaixador de Portugal no Canadá António Leão Rocha, Presidente da Assembleia de Portugal, Augusto Santos Silva, Carlos Leitão deputado Provincial do Quebec, Alexandra Mendes membro do parlamento do Canadá e que faz parte do partido Liberal do Canadá, homens de negócios e amigos da comunidade e familiares de Aristides de Sousa Mendes, foram a esta grande inauguração desta linda mural ao canto de Marie-Anne e Boul. Saint-Laurent. Herman Alves foi o grande idealista e inovador neste ramo mediatico e apresentou este projeto em françês e português (porque não havia só portugueses presentes, mas sim várias pessoas francês).

E, ao mesmo tempo, deu um toque de multiculturalismo neste evento, tal como o Presidente da Assembleia falou as duas línguas. Finalizou-se com o discurso do presidente do “Montreal Holocaust Museum”, que são grandes admiradores e colaboradores deste lindo projeto.

Parabéns Herman Alves por esta nova iniciativa.

Para a próxima edição vamos finalizar a vinda do presidente da Assembleia de Portugal com a visita no Clube Portugal de Montreal.

Casa dos Acores volta a celebrar as Festas do Divino Espírito Santo

É sempre uma honra de participar nas celebrações do Divino Espírito Santo desta casa. A casa dos Açores está de Parabéns de ter organizado uma maravilhosa e excelente comemoração das Festas do Divino Espírito Santo na sua sede nos passados dia 13 à 19 de junho.
Depois de 2 anos suspensas causadas pela pandemia, a casa estava cheia todos os dias, foi sem dúvida uma semana maravilhosa de partilha e de muita alegria a celebrar a magia do Espírito Santo. Considerada uma das maiores manifestação cultural que une o nosso povo a manter a cultura açoriana. As pessoas têm um carinho muito grande com a importância destas festas e foi possível ver no rosto das pessoas o quanto estavam todos muito felizes com esta retomada das festas na Casa dos Açores.
No sábado foi servido a tradicional carne guisada, bebidas, vinho, massa sovada e arroz doce, animação com o Grupo Cantares e o nosso bem conhecido artista António Horácio
No domingo realizou-se o cortejo até a Igreja Saint-André-Apôtre, com uma missa Solene presidida pelo Padre Julien Masson e o grupo coral do Senhor Santo Cristo dos Milagres. No final da missa foi feito a coroação, e regressou-se em procissão acompanhada pela Filarmónica do Divino Espírito Santo da Laval. Todos presentes foram convidados a saborear um saboroso almoço sopas, cozido, vinho, bebidas, massa sovada e arroz-doce. Terminando as celebrações com a participação de um convívio da Filarmónica do Divino Espírito Santo da Laval.
As Festas do Divino Espírito Santo fazem parte da alma dos açorianos, apesar de se ter iniciado em Portugal continental onde atualmente já quase desapareceu estas festas estão bem vivas em todas as ilhas dos Açores, esta bem viva aqui no Canadá, nos Estados Unidos, no Brasil, na Bermuda e no Uruguai levado por emigrantes açorianos.
Estas festas na diáspora açoriana e nas Casas dos Açores são sem dúvida um reflexo da união e da devoção do povo açoriano e sobretudo destaca-se a sua grande importância da identidade cultural e religiosa dos emigrantes açorianos. Este ano foi vivido na Casa dos Açores do Quebeque uma festa muito bem-sucedida, muito bem organizada que nela se manifesta a dimensão de muito trabalho e a dedicação do excelente trabalho da Direção da Casa dos Açores e a todos que ajudaram para o Espírito Santo.

Feliz Dia do Pai a todos os Pais da terra, do céu

A celebração do Dia do Pai é comemorado em diferentes datas a volta do mundo, aqui no Canadá, nos Estados Unidos e na Inglaterra é celebrado no terceiro domingo de junho. No Brasil é comemorado no segundo domingo de junho.
Em Portugal é comemorado no dia 19 de marco dia de São José, Santo popular da igreja católica marido de Maria mãe de Jesus Cristo. Não sou de acordo com “essa singularidade” do uso do singular “Dia do Pai” assim como o uso do “Dia da Mãe” sinto-me mais a vontade usando Dia dos Pais como é reconhecido aqui no Canadá e a volta do mundo.
A história nos conta que a origem do Dia dos Pais remota em 1909 em Washington nos Estados Unidos Sonora Louise Samrt Dodd filha do veterano da guerra civil William Jackson Smart (Jon Bruce Dodd). Ao houvir um discurso sobre as mães Sonora teve a ideia de comemorar o Dia dos Pais e prestar uma homenagem ao seu pai que teve que criar seis (6) filos sozinho depois da morte da sua esposa. A Sonora já adulta sentia-se muito orgulhosa do seu pai ao vê-lo superar todas as dificuldades sem ter nenhuma ajuda de ninguém.
Em 1910 Sonora enviou uma petição a Associação Ministerial de Spokane, cidade localizada em Washington e foi aceita. O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de Junho, o dia do aniversário do seu pai.
Em 1924 o Dia dos Pais foi apoiado como um dia nacional pelo Presidente Calvin Coolidge e finalmente em 1966 o Presidente Lyndon Hohnson assinou uma proclamação Presidencial declarando o terceiro domingo de Junho como o Dia dos Pais.
Hoje os novos pais são pais mais ativos com os seus filhos especialmente no cuidado e na educação. São pais que assumem os papéis de cuidado como a mãe no que for necessário desde os primeiros dias de vida dos filhos, são pais que acham tempo para brincar com os seus filhos, são pais que varias vezes não tem muita escolha se a mãe trabalha fora de casa para que a família seja feliz a figura do pai é necessário e devemos admirar estes pais. A figura do pai autoritário ou a figura do pai que sustenta a família está a mudar nas novas gerações. Admiro muito os novos pais e temos que dar mais prestigio e forca para as comemorações do Dia dos Pais. Votos de um Feliz Dia dos Pais.

Visita do Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva em Montreal

É difícil de acreditar que qualquer ministro, artista, futebolista, fadista, etc. quando vem a Montreal, é sempre as corridas. Foi isso com o primeiro ministro de Portugal e é mesmo isso com S. Exa. o Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva. Em três dias, ele “visitou” a comunidade de Laval, Montreal, Otava e Toronto, uma agenda super occupado, mas isso é assim, a vida de “superstar”.
Quem é Augusto Santos Silva?
Augusto Santos Silva nasceu no Porto, em 1956. É casado, pai de três filhos e avô de (por enquanto) três netos.
A sua formação política fez-se, nos princípios dos anos 70, no contexto das lutas estudantis contra a ditadura. Frequentava, então, o ensino secundário. Foi depois dirigente da Associação de Estudantes da Faculdade de Letras do Porto, onde se licenciou em História. Participou em diferentes movimentos de natureza cívica e política, tendo aderido ao Partido Socialista em 1990. Desempenhou várias funções políticas, incluindo como deputado à Assembleia da República (2002-2005 e 2011) e membro de Governos de António Guterres, José Sócrates e António Costa (1999-2002, 2005-2011 e desde 2015).
No plano profissional, doutorou-se em Sociologia pelo ISCTE –IUL e fez a agregação em Ciências Sociais na Universidade do Porto, de cuja Faculdade de Economia é professor catedrático. Ocupou diversos cargos de gestão universitária, entre os quais o de presidente do Conselho Científico da sua Faculdade e o de pró-reitor da sua Universidade.
É autor de vários livros no domínio da epistemologia das ciências sociais, da sociologia da cultura e do desenvolvimento, e do pensamento político.
Mas volto a falar um pouco do caminho cá em Montreal porque o artigo de Tony Saragoça foi muito bom e não preciso voltar no encontro em Laval.
A segunda parte desta visita foi na casa dos Açores do Quebec. Depois de quase 1h de atraso no programa, a sua chegada foi aplaudida. A mestre da cerimónia Paula Ferreira fez um ótimo trabalho apresentando a Casa dos Açores e tudo o que é instituído e tudo o que faz para a comunidade. E, claro, posso dizer que desde o fim da pandemia, esta direção estão de parabéns, sempre muito ativo e sempre de braços abertos para receber todos, com boa comida e ótimo serviço.
E, devo dizer que já lá vão meses que não fui a Casa dos Açores e já tinha saudades deles.
Pouco a pouco todos vieram dar um discurso, e uma coisa que eu adorei foi o discurso do Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva quando ele disse que estava quase a beira de ser açoriano e a sua gravata é realmente sensacional e com a história como ele adquiriu esta gravata foi de morrer de rir (Todos vão poder ver o seu discurso no programa televisivo A Voz de Montreal que está na FPTV SIC todas as quintas-feiras às 20h).
Ah sim!
O almoço foi sensacional e a mesa de sobremesa foi inesquecível para muitos.
Depois tivemos a nossa “Cotovia Açoriana” Jordelina Benfeito que cantou e encantou toda a sala com os seus fados, que Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva adorou.
Na próxima edição haverá a continuação desta visita em Montreal.

10 de junho, Dia de Portugal em Montreal

Como todos adoram a história de Portugal, e todos gostem de apresentar o passado, quero vos informar que o inicio das celebrações do Dia de Portugal, foi iniciado e celebrado na data de 10 de junho de 1580, data da morte de Camões, sendo também este o dia dedicado ao Anjo Custódio de Portugal. Este é também o dia da Língua Portuguesa, dos cidadãos e das Forças Armadas.
Em Montreal, a comunidade sempre festejou, de uma certa maneira, o Dia de Portugal.
Uns organizaram grandes festas, outros discursos.
Uns juntos outros separados.
Uns são interessantes outros tristes (tal como os dois últimos anos).
Montreal nunca teve o privilégio de ter grandes celebrações mas sim pequenos eventos marcantes. Neste 20 anos o consulado esteve sempre implicado nestas celebrações e é importante de notar que antigamente era para os doutores e hoje é para todos, quer seja doutores, ingenheiros, trabalhadores, reformados, e isso é dar louvores a organização que faz este evento.
Também é importante de notar que a Caixa Portuguesa Desjardins, investiu muito para este evento dando uma marca positivo e profisional neste dia. Com a vinda de vários cantores, artistas Fadistas de Portugal dando o toque WoW!
Este ano o Dia de Portugal foi festejado no Parque de Portugal.
No programa, Houve os hinos do Canadá e de Portugal, Discursos de Daniel Loureiro, conselheiro de Portugal, Carlos Leitão que anunciou que será um dos últimos eventos onde ele será ainda deputado e que vai se retirar da política.
Alexandre Mendes que fez um discurso impecável e notável. E, para finalizar, Pablo Rodriguez que fez um discurso louvável e como ele é de origem argentino, viu claramente uma final Portugal VS Argentina, uma final com os dois melhores jogadores de futebol das últimas décadas, o resultado não é dito mas há uma costela portuguesa em ele.
E, claro, não esquecendo o nosso cônsul-geral de Portugal em Montreal António Barroso que ele esteve bem produtivo nestes últimos anos e esteve bastante positivo de tudo o que foi feito desde a sua vinda para Montreal. Ele foi bastante acolhido através da comunidade e fez tudo o que ele pude para agradar todos, e isso é realmente positivo para um cônsul, cá em Montreal.
Para finalizar, Marta Raposo foi a mestre da cerimónia e que no final tivemos a actuação do Rancho Folclórico Praias de Portugal. Acho que não foi muito longo, mas sim, bastante informativo.
E, no final, para comemorar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o Cônsul-Geral de Portugal convidou o Virtuoso do violino e Diretor da Orquestra Sinfónica de Longueuil, Alexandre da Costa para um concerto na Igreja Saint-Jean-Baptiste no “Quartier Portugais”. Alexandre da Costa utilizou para este concerto o seu “Stradivarius” de 1701.
Um bom momento para a Comunidade Portuguesa de Montreal! Viva Portugal!

Encontro com a comunicação social etnica de Montreal

Terça-feira foi o segundo encontro com Dominique Anglade chefe do Partido Liberal do Quebec (PLQ).
No primeiro encontro foi a introdução e neste encontro com os órgãos da comunicação social étnica do Quebec foi para fortalecer a nossa ligação cultural e ideológica com a chefe do partido.
Cada um de nós apresentamos a nossas ideias e desafios para combater a CAQ do François Legault. Depois ela apresentou a sua campanha os objetivos do Partido Liberal do Quebec.
E, para finalizar ela nos perguntou sobre o “Bill 96″…
No 1º de junho de 2022, o Projeto de Lei 96 tornou-se oficialmente lei.
Principais Aspetos de Negócios
Comunicação com clientes; Contratos entre particulares e documentos relacionados; Sinalização externa e publicidade comercial; Inscrições nos produtos; Contratos com a administração civil do Quebec; Petições judiciais; Fichas de registo; Novas Sanções e Poderes do OQLF.
Tudo será feito em francês.
No final foi um encontro bastante interessante e fizemos muito progresso em conjuntura com os outros médias étnicas em Montreal. Parabéns Dominique e devemos continuar este progresso.

Viva o Divino Espírito Santo em Laval

Como previamente anunciado, a Comunidade portuguesa de Laval, depois de uma longa e penosa pausa, decidiu que era tempo de repor certas atividades religiosas e profanas, afim de nós alegrar um pouco a existência , pois esta tinha sido exposta a severas forças negativas nos últimos dois (2) anos.
E nada melhor para um ponto de partida, que começar pelas Festas mais veneradas, sobretudo pelo povo oriundo dos Açores, ou sejam as Festas do Divino Espírito Santo. São hoje já coisa do passado, mas não as esqueceremos tão depressa. De memória, foi a primeira que reuniram tantos e tão ilustres dignitários.
Diretamente de Portugal, nada mais que Sua Excelência o atual presidente da Assembleia da República, professor Doutor Augusto Santos Silva e sua esposa, Doutora Isabel Margarida Duarte, Assessora Principal do Presidente da Assembleia da Republica, Doutora Maria Inês Coroa, Assessor da Imprensa do Presidente da Republica, Doutor David Damião.
De Otava, o Embaixador de Portugal, Dr. António Leão Rocha acompanhado da Embaixatriz de Portugal Doutora Luísa Rocha.
De Montreal, o Cônsul de Portugal, Doutor António Barroso. Estes convivas foram acolhidos e apresentados um a um , pelo nosso novo responsável da Missão, sr. padre Leonardo. Deste lado do Atlântico: Deputada Federal do Distrito de Vimy, a Sra. Annie Koutrakis , Deputado Federal do Distrito de Laval-les-Isles o Sr. Fayçal El-Khoury, Deputado Provincial do Distrito de Chomedey o Sr. Guy Ouellette, Conselheira municipal do Bairro de St-Martin, a Sra. Aline Dib, Conselheira municipal do Bairro de Chomedey Sra. Aglaia Revelakis.
Não foi preciso mais para que a Comunidade de Laval aproveitasse esta ocasião, única, para reunir todos estes dignitários na simbólica inauguração do Miniparque Pedro Siva. Meras recordações do que outrora fora o parque dedicado á memória deste português, pioneiro da que hoje chamamos áqueles que nos trazem o correio a casa:“carteiros”. Este pioneiro (apelidado de (Le portugais) faz mais parte da história do Quebec que da história portuguesa, portanto ele nasceu em Lisboa em 1647, na paróquia se são Julião. Pensa-se que chegou ao Quebec no ano 1673, e depois de uma vida cheia de aventuras fascinantes, foi consagrado o primeiro carteiro do Canadá, distribuindo o correio entre Montreal e Quebec por conta dos Governadores da província naquele tempo.~Mas voltemos às Festas: A fita de inauguração foi cortada pelo Doutor Augusto Santos Silva conjuntamente com a Conselheira Sra. Aline Dib, em reconhecimento da contribuição da Camara de Laval para esta construção. O tempo empurrava-nos impetuosamente e o único a ter a palavra foi o “convidado de Honra”. Dirigiu-se em primeiro aos dignitários canadianos num francês impecável e em seguida á nossa comunidade, não deixando de salientar que sendo ela em maioria açoriana , fez menção de a saudar de uma maneira muito simples mas de alto significado : usou para esta ocasião uma gravata que continha gravado, os nomes de todos os escritores e poetas Açorianos .Em seguida relembrou que mesmo se ali se encontrava o Embaixador de Portugal, na realidade , somos mais de quinhentos mil embaixadores, pois cada um dos portugueses pelo mundo fora, é um Embaixador. Todos estes convivas participaram no cortejo por algumas ruas de Laval , mas devido aos respetivos compromissos que tinham nos seus programas, despediram-se logo após.
A Festa continuou e tanto no sábado como no Domingo, os organizadores foram alegremente surpreendidos com a participação da Comunidade. Com efeito tinha-se timidamente evaluado a participação dos adeptos de festa e dos devotos ao Divino Espírito Santo. Todas as expectativas foram extraordinamente superadas. Pudera! Boa música, boa comida e muita, muita alegria.
Parabéns aos Mordomos, os nossos agradecimentos a todos os voluntários que se dedicaram corpo e alma para servirem no melhor das suas capacidades todos os que nos honraram com a sua presença. A eles também o nosso “muito Obrigado” pois sem participantes nada seria possível.

Dia dos Açores na Casa dos Açores do Quebec

As comemorações do Dia dos Açores regressou ao seu formato depois de dois anos devido a pandemia de Covid-19. Teve inicio com a intervenção do Presidente da Casa dos Açores Eduardo Leite, seguindo-se a intervenção da Secretaria/Vice-Presidente Paula Ferreira. Foram interpretados os 3 hinos, o hino do Canadá, de Portugal e o hino dos Açores.

“O texto do Hino dos Açores, é da autoria de Natália Correia” (um texto muito complicado). O hino dos Açores terá sido tocado em público pela primeira vez pela Filarmónica Progresso do Norte em Rabo de Peixe, São Miguel a 3 de fevereiro de 1894.

Depois dos hinos ouvimos dois discursos o primeiro que ouvimos foi falar de mais mas nada foi dito, e o segundo discurso que ouvimos foi do Sr. Cônsul Geral de Portugal em Montreal que foi muito concentrado na origem da palavra “Açorianidade”.

O Sr. Cônsul António Barroso fez alguns anúncios convidando todos presentes a participarem nas celebrações do Dia de Portugal no próximo dia 10 de junho no parque de Portugal em Montreal, com um concerto mais tarde na Igreja de São João Batista. Também nos falou da importante visita à Montreal de S. Exa. o Presidente da Assembleia da Republica no dia 12 de junho, tendo em conta esta importante visita, a primeira visita de um Presidente da Assembleia, relembrando todos presentes para reservar os seus lugares nestes eventos enviando um email para: consulado.montreal@mne.pt

Seguiu-se ao tradicional bufete preparado pela casa e alguns sócios, uma grande mesa onde dispõe as deliciosas iguarias alimentares, não faltando vinho e bebidas para todos. O serão foi acompanhado pela atuação da nossa Rainha do Fado Jordelina Benfeito que foi excelente e o técnico da música José Luís.

Foi sem dúvida um excelente serão, faltando a presença do novo Conselheiro da Diáspora Açoriana do Quebec, Vitor Faria, e o conselheiro das comunidades Portuguesas, Daniel Loureiro.

Viva os Açores, e, Viva os Açorianos.

Visita de S. Exa. o Presidente da Assembleia da República ao Canadá

O Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, desloca-se ao Canadá entre os dias 10 e 14 de junho por ocasião das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

A deslocação incluirá a passagem pelas cidades de Toronto (dias 11 e 14 de junho), Montreal (12 de junho) e Otava (13 de junho). Nesta visita o Presidente da Assembleia da República irá privilegiar os contactos com as comunidades portuguesas. A visita constituirá também uma oportunidade para a realização de um encontro com o Presidente do Senado do Canadá e com o Presidente da Câmara dos Comuns do Canadá.

Pontos a destacar do programa:

TORONTO
– Visita à zona comercial da “Little Portugal”
– Participação na 35º parada comemorativa do Dia de Portugal, Camões e Comunidades organizadas pela Aliança de Clubes Portugueses e Associações de Ontário – Homenagem aos voluntários portugueses
– Encontro com deputados luso-canadianos eleitos em Ontário
– Visita ao Festival de Folclore “Raízes do nosso Povo”
– Encontro com a Comunidade Portuguesa

MONTREAL
11h00- Participação nas Festas do Divino Espírito Santo em Laval
12h30- Encontro com a Comunidade Portuguesa na Casa dos Açores do Québec
15h30- Inauguração de um mural de homenagem a Aristides de Sousa Mendes
16h00- Visita à Missão de Santa Cruz
19h30- Encontro com a Comunidade Portuguesa no Clube Português de Montreal

OTAVA
– Encontro com o Presidente da Câmara dos Comuns
– Encontro com o Presidente do Senado
– Jantar com a Comunidade Portuguesa

1 2 3 21
Aller en HAUT