- page 23

Cristiano Ronaldo de volta ao Manchester United

Cristiano Ronaldo concordou regressar ao Manchester United, anunciou o clube inglês nesta sexta-feira, num acordo de 15 milhões de euros com um potencial adicional de 8 milhões de euros em add-ons, de acordo o site desportivo ESPN.
O jogador de 36 anos regressa a Old Trafford 12 anos depois de deixar o clube para ingressar no Real Madrid e vai assinar um contrato de duas épocas, escreve o ESPN.
O United publicou uma montagem de Ronaldo quando jogava no clube no Twitter, com a descrição: “Bem-vindo a casa, @Cristiano.”
Um comunicado do United dizia: “O Manchester United tem o prazer de confirmar que o clube chegou a um acordo com a Juventus para a transferência de Cristiano Ronaldo, sujeito a um acordo de termos pessoais, visto e médicos.

Match des Étoiles em Dollard-des-Ormeaux

Este fim-de-semana foi uma corrida de 300Km/h. Desde o início desta pandemia não tive um dia tão complicado que foi sábado, dia 28 de março.
Desta vez fomos a uma angariação de fundos para os hospitais Ste-Justine, Montreal Children’s e Shriners. Normalemente seria crianças a jogar e as vedetas a verem o jogo, mas, com a pandemia, eles trocaram, então são as grandes vedetas que jogaram e as crianças a ver o jogo.
E, no final, tenho o prazer de dizer que Portugal ganhou contra itália 14-8. É de salientar que o ponta de lança Freddy Moojen goleou 9 vezes e ganhou o troféu de MVP, ex-jogador profissional do Impact de Montréal. Ele é um jogador brasileiro-canadiano de futsal (seleção do Canadá) e é co-proprietário da academia de futebol Ribeiro-Moojen junto com o António Ribeiro (antigo jogador luso-canadiano).
Podemos também notar que havia várias vedetas tal como Nevio Pizzolitto, ex-jogador do Impact, representou a seleção do Canadá e foi campeão com o Impact duas vezes. Rocco Placentino, ex-jogador do Impact que também jogou na seleção do Canadá. Ele teve uma passagem na Europa jogando em clubes italianos de divisão inferior.
Sandro Grande, ex-jogador do Impact que igualmente vestiu as cores do Canadá na seleção. Ele teve uma passagem no Brescia na Série A na Itália.
Marinette Pichon, ex-jogador da seleção feminina de futebol da França, ela tinha o recorde de mais golos marcados pela seleção da França (81), recorde que foi ultrapassado só no ano passado. Renan Dias, jogador da seleção Brasileira de Mini-Foot e agente de jogadores na divisão norte-americana da agência portuguesa Team do Future. Dominique Anglade, chefe do partido Liberal do Quebeque. Carlos Leitão, deputado liberal de Robert-Baldwin e ex-ministro das finanças. Enrico Ciccone, ex-jogador de hockey da NHL é hoje deputado Liberal de Marquette.
Monsef Derraji, deputado Liberal de Nelligan.
Alex Bottausci, presidente da câmara municipal de Dollard-des-Ormeaux.
Jim Beis, presidente da câmara municipal de Pierrefonds-Roxboro.
Malik Shaheed, apresentador rádio na Virgin Radio.
Brittany Henriques, repórter da CityNews Montréal.
Mark Lidbetter, jornalista do Suburban News e repórter na rádio TSN690.
No finali podemor anunciar que esta organização angariou 30 000$ para os hospitais Ste-Justine, Montreal Children’s e Shriners.
Deram um cheque para os representantes dos hospitais antes do início do jogo. O ponta de lança Freddy Moojen anotou 9 golos. O Rocco Placentino quase fez um golo de bicicleta mas passou por pouco em cima da baliza. A avançada Marinette Pichon demostrou muita classe a marcar um golo de chapéu a 35 métros da baliza. O Nevio foi uma parede na defesa italiana mas não impediu que o Freddy marcasse tantos golos. O Sandro foi um verdadeiro maestro no meio campo enquanto o Renan Dias fez do jogo um verdadeiro espectáculo com suas várias fintas e toque de bola.
Não falhem a entrevista com a chefe do partido Liberal, Dominique Anglade e Carlos Leitão para o programa televisivo, A VOZ DE MONTREAL, no 9 de setembro. E sem esquecer que haverá 2 surpresas neste lindo programa. Parabéns aos organizadores e Força Portugal.

Poulet 3 Pattes festejou o seu 10º aniversário

É incrível como o tempo passa.
É quase ontem que o restaurante Poulet 3 Pattes abriu as suas portas com uma ementa churrasco mas com alguns pratos do dia que são realmente procurado e que são bem feitos, com abundância e pratos deliciosos.
Eu sou cliente desde a sua abertura, vou lá de vez em quando para o frango e a poutine à portuguesa,… com chouriço, galinha e queijo São Jorge quando pedes, claro.
Acho que o “Québécois” gosta dos nossos sabores bem riquinho à nossa moda, mas há alguns produtos que os seus paladares não são bem acostumados como os nossos…. risos!!!
É de salientar que Adélia Rocha e a sua família esteve sempre a frente deste restaurante que faz a fama da boa comida portuguesa nesta região.
Para este evento A Voz de Portugal | Montreal fez a infografia dos naperons dando uma mais valia a esta evento e fomos honrado pela gentilheza da patroa e dos empregados. Uma equipa muitíssima dinâmica e rápida. O ponto negativo foi a chuva que não ajudou.
Mas, todos estavam prontos para festejar este grandioso evento. 10 anos merece ser festejado, ainda mais com as incertezas do governo e tudo o que acerca a pandemia que estamos a viver. E, ao mesmo tempo festejei o regresso da Francisca Reis que foi de férias à São Miguel.
Feliz Aniversário P3P, espero que haverá mais festinhas com Tony Mickael, Eddy Sousa e todos os outras artistas que cantaram e encantaram todos os presentes.

20 anos depois desta aventura, Robert Piché visita o jornal A Voz de Portugal e faz uma entrevista emotiva no programa televisivo A Voz de Montreal

Para assinalar este evento memorável e marcante, o comandante Robert Piché fez uma conferência histórica terça-feira passada. E ao mesmo tempo houve uma entrevista coletiva por ocasião do 20º aniversário da aterragem de emergência, que salvou a vida de 306 pessoas. Tudo isso aconteceu no 24 de agosto de 2001.
É difícil pensar e imaginar tudo o que aconteceu neste voo. É claro houve um filme que marcou este evento, “Piché Entre Ciel et Terre” que foi um filme extremamente emotivo e muito bem feito, e, especialmente Robert Piché esteve muito perto do produtor e ajudando do início até ao fim a sua realização para que este filme seja o mais realista de todos, e pudemos dizer que este filme recebeu vários prémios através do mundo.
Sábado passado Robert Piché veio nos encontrar fazer uma entrevista bastante emotiva, falando o que se passou, e como ele reagiu nesta viagem bastante complicada.
Ele diz que está finalmente começando a encontrar respostas para essa pergunta. Sóbrio há 19 anos, Robert Piché adquiriu um antigo mosteiro para transformá-lo num centro de terapia. “Estamos em via de construir um centro terapêutico para dependentes químicos, e não só.
Isto quer dizer que será um herói para muitos, porque quando tens um dependência qualquer, e se alguém poderá ajudar-te, isto é um passo para estar melhor e Robert Piché quer ajudar muitos que tem este problema, que também ele teve, mas já está curado há 19 anos.
Venham todos ver a entrevista com Robert Piché, a entrevista será em francês, mas com subtítulos que vais vos ajudar a compreender tudo o que ele vai dizer nesta linda entrevista conduzida por Marie Moreira.
Queremos vos informar que só recentemente Robert Piché regressou aos Açores pela primeira vez desde o seu desembarque de emergência em 2001, para as filmagens de um documentário de 19 minutos que vai estrear em setembro.
Queremos, mais uma vez, agradecer a visita de Robert Piché no nosso escritório situado no 4231-B Boul. St-Laurent em Montreal. Foi uma grande honra de ter uma pessoa simples e que tem um grande coração.
Quero, ao mesmo tempo, convidar todos, se tem uma história para contar para o jornal, ou mesmo a televisão, para nós contactarem ao 514-284-1813.
Obrigado e até à próxima.

António Cabral novo administrador para a ONU

Há oportunidades que não podemos dizer não… e, esta é uma delas. É triste mas é uma realidade. Nos últimos tempos tivemos notícia sobre um advogado de Montreal que foi para uma missão pelas Nações Unidas na África. O que ele vai fazer?
O Sr. António Cabral, muito bem conhecido na comunidade foi nomeado Gerente do Programa Sénior da ONU de setembro até meados de dezembro.
“Estou muito entusiasmado com este imenso desafio que me espera em Moçambique”, disse na altura da sua nomeação.
A sua missão será ajudar as autoridades políticas de Moçambique a gerir a crise humanitária e de segurança no norte do país.
“É uma oportunidade de ouro ser capaz de fazer uma diferença real na vida de quase 800 000 pessoas, incluindo crianças que foram deslocadas para o sul, perto de Pemba”, disse ele.
Com sede em Pemba, na província de Cabo Delgado, o advogado vai ajudar a Agência Nacional de Desenvolvimento Integrado do Norte a gerir os vários desafios. Me. Cabral poderá aplicar os seus conhecimentos de direito internacional.
Intitulado “Projecto de Recuperação da Crise do Norte de Moçambique”, este projecto visa melhorar o acesso a serviços básicos e oportunidades económicas para pessoas deslocadas internamente e comunidades anfitriãs em áreas específicas no norte de Moçambique.
Quem é ele ?
Membro da Ordem dos Advogados de Quebec desde 2007, ele fundou sua própria empresa chamada Cabral Avocats Inc. em 2011.
O advogado pratica o direito penal.
Durante sua carreira, ele trabalhou como diretor da coordenação técnica do programa de apoio à justiça na Organização Internacional da Francofonia de 2009 a 2011 e embaixador interino da mesma organização em 2010.
Graças à sua experiência internacional, ele conseguiu exercer a advocacia da Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas de 2004 a 2005 e participar como consultor jurídico do projeto internacional de advogados seniores no Haiti em 2014. Além de ser nomeado membro honorário da Ordem dos Advogados do Haiti, ele participou numa competição internacional de tribunal em 2000. Graduado em direito pela Universidade de Quebec em Montreal, obteve o título de mestre em direito internacional pela Universidade de Montpellier I (França) em 2002.
Parabéns ao nosso amigo António Cabral e que volta, vamos sentir a sua falta.
Mas, em breve, vamos continuar com a sua crónica no programa televisivo A Voz de Montreal.

Paula Carvalho directora do Banco Nacional na Beaubien

É dificil imaginar que a vida continua quando tudo está quase parado. Mas devemos continuar a proteger-se e a vacinarem-se para recomeçar a retomar uma vida normal.
Apesar da perca de dois anos de socialização tenho o prazer de vos anunciar que a nossa amiga de longa data Paula Carvalho que já lá vão muitos anos a trabalhar num banco, mudou e agora é directora do Banco Nacional situado no 2303 Beaubien Este, em Montreal numa zona onde há muitos portugueses.
Esta “sucursale” foi completamente renovada, e tem um estilo único e está na vanguarda da tecnologia. Da luz até ao aquecimento automático são simplesmente incrível. Foi informado que esta sucursale era suposto ser uma pequena renovação, mas, afinal tudo foi reconstruído. E tem uma equipa profisional, dinámica e jovens que queram dar os seus 150% para os seus clientes. “Eu estou muito feliz com esta nova aventura, entrei no Banco Nacional há um ano e meio, não pude fazer a festa nem celebrar em grande porque, como todos devem saber, estamos numa época complicada para isto, mas quando pude, convidei os órgão da comunicação social, e cá estamos,disse Paula Carvalho com um lindo sorriso.
É de salientar que na segunda-feira, dia 23 de agosto de 2021 às 10h, o banco abriu as suas portas e acho que este projeto é um dos mais interessante e ambicioso para o Banco Nacional e para os seus clientes. Sem esquecer o carismático Jeffrey De Sousa que vai vos servir com o seu dinamismo e o seu lindo sorriso.
Parabéns por esta nova aventura e espero que todos vão dar um salto para os apoiar.

As Romarias Quaresmais na Identidade e Cultura Regional dos Açores

A identidade açoriana é marcada pelas referências e pela história dos Açores, fruto da insularidade e das tradições locais. Tal como refere Cordeiro (1995), há um conjunto de fatores que influenciam a identidade do povo dos Açores que assentam na própria linguagem, nas condições geográficas e socioeconómicas, bem como nas marcas culturais deixadas ao longo da história. Desta forma, constrói-se a consciencialização da identidade do açoriano, potenciada pelas inúmeras vivências e interações culturais e sociais.

A constituição dos grupos culturais e religiosos, como exemplo os grupos de romeiros de São Miguel, surge da necessidade de se transmitir às gerações vindouras os seus ensinamentos, preservando a sua identidade (Fidalgo, 1995), sendo uma tradição que é marcada pela passagem da mensagem de pais para filhos (herança cultural).
As romarias quaresmais podem ser consideradas como fazendo parte da identidade e da cultura regional, uma vez que representam o povo açoriano, na sua forma de estar, ser, interagir e manifestar a sua fé, recebendo influência da açorianidade, nomeadamente à ligação às suas raízes e valores (Nemésio, 1932).

Deste modo, carateriza-se como sendo uma tradição singular e secular, contextualizada numa realidade rodeada de mar (ilha) e no isolamento típico dos insulares.

O seu impacto é notório pela devoção que velhos e novos sentem, envolvendo homens e mulheres, de todas as classes sociais. A prática das romarias quaresmais em São Miguel pressupõe sacrifício e devoção, associando-se com o escuro dos xailes e das vozes graves do cântico da Avé Maria, que entoam por todas as aldeias, vilas e cidades (Bettencourt da Câmara, 1985; Carreiro da Costa, 1964).
Na tradição dos romeiros verifica-se que se tem mantido algumas semelhanças aos primórdios, contudo, as diferenças também são significativas, desde o vestuário, o roteiro e os cânticos, salientando-se que o que se mantém de mais comum ao longo dos séculos é a fé. Segundo Pires (2013), tais mudanças fazem parte do processo histórico dos fenómenos identitários.
A componente afetiva da romaria constitui o conceito de identidade, o que consegue ir além da própria cultura onde as romarias são parte integrante (Almeida, 1995), desta forma, poder-se-á dizer que a dimensão identitária da romaria conseguirá ser sentida apenas por alguns, e não por todos, ao contrário da componente cultural, que integra a cultura regional açoriana.

Hall (2007) acrescenta que a construção da identidade surge através da cultura, o que possibilita dotar o indivíduo de diferentes significações.

Neste sentido, o romeiro procura o reconhecimento dos significados transmitidos pelos símbolos, crenças ou pela própria figura do romeiro (imagem de Jesus Cristo), sabendo interpretá-los à luz das referências culturais trazidas pela história e memória coletiva.

As romarias quaresmais apresentam elementos da identidade açoriana, integrando-se na cultura regional, pela sua dimensão, expressividade e impacto nos Açores.

Para que haja a sua compreensão é fundamental uma reflexão, entendimento e contextualização das características e especificidades da ilha e das suas gentes.

Nem tudo mudou

Homenageou-se em Laval no passado Domingo, o Sr. da Pedra e Nossa Senhora dos Anjos.
Sobre um calor ardente e humido, os devotos destes dois pilares da nossa religião, bravaram as condições meteorológicas e a ameaça sempre presente da Covid e, em quantidade bastante impressionante, tendo em conta as restrições sanitárias, demonstraram assim ao Senhor e sua Mãe, que a Crença e a Fé, ultrapassam os obtáculos materiais desta vida tão às “avessas” quão terrefiante, que o mundo já quase há dois anos fui submetido.

Nada comparado ás tradicionais festas de outrora e provávelmente nunca mais seremos testemunhas dessa forma de celebrações, pois tudo indica que mesmo quando esta pandemia for reduzida a mais uma das já tantas infecções sazonais, o ser humano tornou de tal modo frágil este planeta , que já se anteveêm sérias ameaças de outras pandemias no futuro.
Não vale a pena fazer investigações, todos sabemos quem são os verdadeiros responsáveis.

No entanto, não podemos nem devemos cruzar os braços e nos deixar levar por esta vaga péssimista e depressiva e a prova disso foi precisamente o que se conseguiu realizar na Missão Nossa Senhora de Laval : Missa Solene ao meio dia, seguida da procissão exterior á volta da igreja e após a recolha da imagem, como não é só o espirito que precisa de alimento, procedeu-se ao saciamento do corpo, de uma maneira bem diferente daqual estávamos habituados : bifanas , frango no churrasco e malassadas para todos os que sábiamente fizeram as suas reservações.

Impedidos que estamos de nos assentarmos nas acolhedoras mesas e cadeiras do nosso salão, foi no conforto das nossas casas que a comida foi consumida, pois tambem nós não escapámos ao moderno formato “Take out”.
Contámos tambem com a presença do deputado eleito, M. Guy Ouellette, conselheira de Vimmy Sra, Annie Koutrakis e da sempre gentil e amiga da comunidade Sra. Aline Dib.

Sinceros agradecimentos ao sr.Carlos Palma e esposa,pelo delicioso frango, confecionado na sua “churrasqueira ambulante”.
Aguentar 4 a 5 horas com o termómetro nos 40 graus , braseiro de carvão a centimetros do corpo, como dizem os franceses “ Faut le faire “Agradecimentos á equipa das “malassadas “ são de comer e chorar por mais .Quanto ás saborosas bifanas, o “chefe” não falha, mas modesto como é prefere ficar no anonimato.

Como pudémos constatar, há que fazer ajustamentos e viver com as consequências, mas nem tudo mudou…e ainda bem.

Até à próxima Piriquito

Hoje em dia estamos em tempos que não sabemos ou vamos e onde é que tudo isso vai acabar. Eu estou a falar sobre este bichinho que não se vê mas que já matou muitos através da comunidade e não só.
Já podemos ver que a vida normal está quase de volta mesmo se os número de casos positivos estão a aumentar.
Em dois dias milhares de pessoas manifestaram-se contra o passaporte vacinal e festejaram o festival dos “gay”.
Mas com tudo isso fui a Associação Portuguesa do Canadá e posso dizer que a Associação nunca esteve em melhor condições como agora. o sub-solo está totalmente transformado e vi que já estão pronto para vos servir.
É importante de vos informar que A Associação Portuguesa do Canadá convida todos que a abertura dos jantares das sextas-feiras será no dia 27 de agosto. E, a ementa será sopa, bife à Portuguesa ou bacalhau no forno e sobremesa. O preço é fantástico.
25 N/Sócios e 22 Sócios.
A ementa da sexta-feira 3 de setembro será: sopa, carne portuguesa ou salmão e sobremesa
Devem reservar os seu lugares, porque há lugares limitados, com música mas sem dança.
Para reservas: 514-844-2269
VIRGILIO: 514-709-7868
CARLOS: 514-821-8935
VITOR: 514-569-5096
O presidente informa e convida todos os sócio que querem ficar e continuar como sócio, para vir e por tudo em dia as suas cotas.
E, breve haverá uma assembleia geral, fica atento e vamos vos informar sobre todos os acontecimentos da associação portuguesa mais antiga do Canadá.
Sexta-feira organizou-se uma pequena festa de adeus ao nosso “Piriquito” Luis Moniz. Com um saboroso jantar acompanhado de bons amigos tivemos uma noite sensacional e memorável em honra do nosso amigo que volta para os Açores.
Mas ele já disse, ele vai voltar de vez em quando e estará connosco a festejar com os seus amigos, se Deus quiser, claro.
Boa sorte e até à próxima…

Feliz Aniversário Filomena Coelho

É importante de notar que não podemos fazer grandes festas tal como as festas do Senhor Santo Cristo nem as festas da Nossa Senhora do Monte.

Mas,… podemos celebrar aniversário e organizar pequenas festas aqui e lá. Domingo festejamos a nossa amiga Filomena Coelho no Centro Comunitário de Hochelaga. Sim, muitos pensavam que a associação tinha desaparecido mas há um grupo que não quer que a associação fica na história e continuem a trabalhar mesmo com a Covid, o Centro sobreviveu e é de salientar que vai haver uma pequena festa agendada para o 28 de agosto para angariar fundos para a festa de Nossa Senhora dos Milagres que vai ser realizar em breve. Na próxima edição do jornal vamos ter todas as informação sobre estas festividade e vamos vos partilhar.

A Filomena Coelho sempre viveu na Associação Portuguesa de Hochelaga, trabalhou, ajudou e festejou, e, eu a conheci lá.
Já lá vão mais de 18 anos de amizade e ela foi mesmo ao meu casamento, eu fiquei honrado e surpreendido e sempre vou ajudar ela e a associação porque isso são os pilares da nossa comunidade apesar que estamos a viver momentos muitos dificeis, eu sei que vamos todos sobreviver com cabeça arguidas.

Em primeiro lugar esta festa foi organizada de surpresa e todos os presentes estavam todos com as duas doses da vacina. E, fui informado que se não tens as duas doses, não poderás vir ao centro comunitário APES. Acho que a direção assumiram o que o governo está a tentar de estabelecer e é recomendável que para esta festa, já implentaram o pápel vacinal para poder estar lá. A festa era uma festa havaii, com palmeiras e uma linda decoração. (vão poder ver a entrevista bastante emocional na FPTV no programa televisivo A Voz de Montreal). Tivemos um saberoso bufete. Não houve dança mas muita emoção positiva para a nossa amiga Filomena Coelho. Feliz Aniversário e muito anos ainda.

P.S.: Vai haver muitas festas agendada para setembro, fiquem atento na agenda comunitária.

Aller en HAUT